[Resenha] A fera em mim


Título original: The beast within
Autora: Serena Valentino
Editora: Universo dos livros

                Que a Bela e a Fera é um dos clássicos da literatura infantil ninguém dúvida, mas uma curiosidade nunca foi de fato realmente esclarecida: como o príncipe se transformou na temida fera?


                Até conhecer a Bela e vê o quanto o amor pode levar alguém a se sacrificar pelo outro, a Fera não entendia o verdadeiro sentido de sua maldição. Para ele tudo que importava era achar alguém que destruísse o feitiço e nada mais, porém uma transformação tão grande de aparência física, sempre vem acompanhada de uma mudança de caráter.

                Há alguns anos, o príncipe tinha uma noiva pela qual dizia ser extremamente apaixonado. Circe, uma jovem de beleza encantadora, trazia uma luz diferente para todos os lugares em que entrava. O príncipe e ela estavam de casamento marcado, quando Gaston (que na época era o melhor amigo do monarca) o alertou sobre as reais condições financeiras da família da moça, informação que o príncipe sempre achou descartável, pois a cada vez que ia ao seu encontro no palácio, Circe estava ainda mais esplêndida.


                Até que um dia, ao saírem para cavalgar, Gaston conduz o amigo a uma fazenda bem pobre e lá o príncipe encontra sua futura esposa no meio do chiqueiro, a cuidar dos porcos. Vaidoso e orgulhoso, como a maioria dos monarcas, ele desfaz o noivado ali mesmo, sem dá nem a chance para a garota dizer qualquer coisa que o faça mudar de ideia.

                Mas, o preço da arrogância com que tratou a moça foi alto demais, já que mal sabia o príncipe que Circe era na verdade a irmã mais nova de uma família de bruxas. Indignadas com o tratamento recebido pela caçula, elas se juntam para lançar a terrível maldição, que transformou o monarca em Fera e seus serviços em objetos.


                Ao contrário do que esperávamos, a mudança na aparência não acontece de maneira repentina. E nesse meio tempo o príncipe tenta encontrar outra noiva, alguém que possa acabar com o feitiço. Mas, o que ele ignora completamente é que não basta ser amado, é preciso amar e se entregar de alma a esse romance, para só assim a maldição acabar.

                Nem preciso dizer como a história termina por que todo mundo sabe, mas o que torna essa releitura do clássico tão legal é o fato da história ser narrada da perspectiva da Fera. Esse novo ângulo revela o quanto ele sofreu e aprendeu com seus erros, o que trazendo para nossa realidade é o que todos nós devemos fazer.


Para mim o que torna conto de “A Bela e a Fera” tão mágico é o fato do quanto podemos aprender a ser pessoas melhores de caráter durante nosso período como “fera”. Não estou querendo dizer que precisamos ser transformados em quase animais, mas a maldição da fera, representa o quanto o nosso pré julgamento e por que não nosso preconceito, nos faz perder coisas maravilhosas.

A Bela entra na vida da Fera para salvar o pai, mas mal sabe ela que quem precisa ser realmente libertado de toda a arrogância e orgulho que o prendem nesse pesadelo é o príncipe. Assim, é através da moça que a verdadeira mudança interior e a tão esperada salvação para todos do castelo e a possibilidade da real redenção da Fera.

Simplesmente adoro de coração a história da “Bela e a Fera” não apenas pelo romance em si, mas pelo fato dos personagens se permitirem descobrir a verdadeira essência do amor e evoluírem por causa desse sentimento. É muito fácil amar e querer está junto com alguém nos momentos de felicidade, mas é nos piores momentos em que descobrimos quem realmente está do nosso lado.



“A fera em mim” é o segundo volume de uma série de releituras de contos de fadas. O primeiro livro reconta a história da Branca de Neve e o terceiro da Pequena Sereia e nos dois livros temos a perspectiva das bruxas mas para os clássicos infantis. Serena Valentino é conhecida por seus quadrinhos de contos fantásticos e seu estilo único de contar história. Confesso que esse foi meu primeiro contato com a autora e que me surpreendi com a narrativa dela, principalmente por achar que a história teria um tom bem mais sombrio do que realmente teve. Gostei bastante da narrativa e fiquei bem curiosa para ler os outros livros, que podem ser lidos de maneira independente sem problemas. 

Obrigada por acompanharem meu trabalho. Não se esqueçam de seguir as redes sociais do blog e o canal do Youtube (Clique aqui para se inscrever). 
Bjoxxx e até a próxima =) 

Share this:

JOIN CONVERSATION

    Blogger Comment

0 comentários :

Postar um comentário