[Opinião] Falta de investimento em Bibliotecas Públicas

Fonte: Internet

      O brasileiro já tem a fama de não gostar de ler, fato que é facilmente comprovado com pesquisas de opinião que apontam apenas 4 ou 5 livros lidos ao ano pela grande maioria da população. E acredite se quiser esse índice já foi muito pior! Agora, sabe o que pode contribuir para estimular o aumento no número de livros lidos e consequentemente de leitores? Espaços de leitura adequados e de qualidade, ou seja, bibliotecas públicas acessíveis à população.
       Aqui na Região Metropolitana do Recife, as duas cidades mais próximas da capital, Olinda e Jaboatão dos Guararapes, contam com grandes bibliotecas localizadas nas áreas centrais das cidades. Isso deveria ser uma grande felicidade para todos os leitores de plantão e pessoas que costumam utilizar os serviços oferecidos nesses locais. Deveria, mas a situação não é essa.  A falta de áreas adequadas para o melhor aproveitamento do espaço, acervo atualizado, pessoal e até mesmo infraestrutura básica (como sanitários) afastam os leitores desses locais.
      De acordo com o Instituto Pró-Livro cerca de 75% da população brasileira nunca frequentou uma biblioteca. Esse índice elevado não significa que o Brasil continua sendo um país de não leitores, mas que a quase inutilização desses espaços dificulta o acesso das pessoas mais carentes ou não, ao único caminho que pode mudar nosso destino, que é a educação. Já comentei aqui no blog, o sonho de tenho de levar o livro a um número cada vez maior de leitores, porém não adianta nada ter uma biblioteca em cada esquina se a estrutura oferecida não apresenta o mínimo de qualidade.
      E o que pode ser feito para tentar reverte esse quadro? Simples! Os órgãos responsáveis pela manutenção das bibliotecas públicas precisam encara esses espaços como locais essenciais para melhorar a educação básica que é oferecida. As bibliotecas precisam despertar o interesse dos cidadãos em geral e principalmente dos jovens, que devem receber estimulo nas escolas. Mas, não adianta nada se o professor da escola incentivar e o espaço dedicado à leitura não oferecer nenhum atrativo ou pelo menos despertar o interesse dos leitores em formação.
      As bibliotecas públicas precisam deixar de serem vistas como um depósito de livros pelos órgãos municipais e pela população. Entre as soluções que podem ser adotadas é o incentivo a doação de livros às bibliotecas, por meio do recebimento de benefícios em troca da doação, o que além de incentivar o aumento no número de frequentadores nesses locais, ajudaria a elevar o índice de leitores aproveitando esses espaços. Além é claro, da promoção de eventos como shows, palestras, oficinas e workshops no espaço. Além disso, a própria população precisa colaborar, preservando as bibliotecas, pois de nada adianta ter tudo limpo e organizado e vândalos destruírem tudo?
      Nesse momento o que nos resta é esperar que as bibliotecas públicas entrem de verdade na lista de prioridades das instituições municipais e passem a integrar os roteiros dos frequentadores das cidades, sendo eles turistas ou nãos.
      Obrigada por acompanharem meu trabalho. Não se esqueçam de acompanhar as redes sociais do blog. Bjoxxx e até a próxima =)




Share this:

JOIN CONVERSATION

    Blogger Comment

0 comentários :

Postar um comentário