O amigo invisível


Capa do livro, com referência ao filme
 Ficha técnica:

Título: O amigo invisível
Subtítulo: 
Autor(a): Maria Letícia 
Editora: Planta Jovem
Edição: 2ª Impressão
Gênero: Literatura Infato-Juvenil
Ano de publicação: 2004
Quantidade de páginas: 131
Quantidade de capítulos:  59

Resenha:

    Olá pessoal. Quanto tempo sem resenhas aqui no blog, né?! Sem os quase 15 dias que passei sumida, mas é como já falei no post anterior, acontecimentos inesperados me levaram a agir de uma maneira que não estava me deixando feliz. E isso, infelizmente se refletiu aqui no blog. Mas, agora vamos deixar isso para lá e seguir em frente. Espero ter muitas novidades a partir desse mês aqui e no canal do YouTube também (Ainda não visitou o canal? Clique aqui)
    Hoje, a resenha será sobre o livro nacional O amigo invisível, que ganhei da minha no finalzinho do ano passado. Por coincidência, o nome da autora é o mesmo da minha prima, uma garotinha de 3 anos, que também já é apaixonada por livros. E o irmão dela de 1 ano, também vai pelo mesmo caminho. Sou uma boa influência ou não?! 


Detalhe da lombada
    Mas, voltando ao livro, a história é muito leve, doce e bonita. O contexto apresentado na história é o do segundo governo do presidente Getúlio Vargas e apesar de ser um livro infantil, o leitor pode perceber de maneira clara a influência que esse presidente tinha sobre as pessoas. 


Capa em sua visão geral

Segunda capa fofinha
   Um dos pontos que chamam atenção no livro, é a relação de conflito entre irmãos. Existe uma verdadeira guerrinha entre menino e menina em toda a história. Tixa, a personagem principal, se sente presa dentro de casa e é oprimida pelo irmão. Ele usa o fato de ser maior, para se aproveitar da menina nas brincadeiras. 
    A mãe das crianças é bastante conservadora e impõe que a filha use roupas de babados. O pai até tem uma relação boa com a filha, mas é bastante ausente. A única forma encontrada pela menina de se libertar, é a amizade com o seu amiguinho invisível, o Gabriel. 
O livro traz muitas ilustrações lúdicas
Algumas páginas têm uma diagramação bem diferente
Um dos trechos que mais gostei
    Durante a narrativa, também temos outros contextos históricos: o da morte de Getúlio Vargas, os preparativos para o enterro dele e a eleição de JK. Uma curiosidade sobre a época da história, é a chegada da Coca-Cola aqui no Brasil e como as pessoas reagiam ao tomarem pela primeira vez a bebida, que hoje é tão comum no nosso dia-a-dia. 
    Adorei o livro, que tem uma narrativa bastante leve. Se não tiver enganada, acho que li esse livro em duas horas, pois a diagramação ajuda devido aos desenhos e a forma como o texto aparece no livro. 
Foto da autora, junto com o irmão
Cenas do filme que teve o roteiro baseado no livro
    É isso pessoal. Espero que vocês tenham gostado. Obrigada por acompanhar meu trabalho, bjoxxx e até a próxima.    

Share this:

JOIN CONVERSATION

    Blogger Comment

0 comentários :

Postar um comentário