Divergente

A adaptação nos cinemas estreia hoje (17) aqui no Brasil

Ficha técnica:

Título: Divergente (Divergent)
Subtítulo: Uma escolha pode te transformar
Autor(a): Verônica Roth
Editora: Rocco Jovens Leitores
Edição: 1ª Impressão
Gênero: Distopia/ Relações humanas/ Literatura infantojuvenil
Ano de publicação: 2012
Quantidade de páginas: 500
Quantidade de capítulos:  39

Resenha:

     Depois de ler esse livro, só tenho uma certeza: Adoro distopias! Divergente é, até o momento o melhor livro que li esse ano. Sério! Assim como aconteceu com Jogos Vorazes, eu dormir, sonhei, acordei e fiz tudo pensando na história, que é muito bem construída.
      Em uma sociedade distópica e após muitas guerras, os sobreviventes desse novo mundo decidiram criar uma cidade experimental, dividida em cinco facções: Audácia, Franqueza,Amizade, Erudição e Abnegação, que em um novo sistema de governo desempenhariam papéis específicos e fundamentais para a manutenção e o equilíbrio da paz. No início esse sistema foi muito bem sucedido, mas ao passar dos anos, a sede de poder da Erudição começou a criar insinuações de que a Abnegação, responsável pelo governo do país, seria corrupta e estaria enganando toda a população.


História super empolgante
       Beatrice Prior e sua família pertencem à Abnegação e seu pai faz parte do conselho responsável pelo governo da cidade, por isso as falsas acusações da Erudição atingem diretamente a honra da sua família. Ela tem 16 anos e assim como seu irmão Caleb, está na idade de fazer o teste de aptidão, que determinará a qual facção ele pertencerão para o resto da vida. 
     A rotina na Abnegação é bastante simples, principalmente devido ao altruísmo, uma pratica que prega a filantropia. Por isso, Beatrice e sua família não possuem muitos momentos de diversão e nem fazem muitas demonstrações de afeto. Todos usam roupas simples na cor cinza, cortam seus cabelos da mesma maneira e apenas a cada três meses, olham-se no espelho.


Tive a mesma emoção de quando li Jogos Vorazes
   Além de governarem o país, as pessoas da Abnegação dedicam-se ao trabalho voluntário, principalmente ao que diz respeito aos sem-facção. Os sem-facção estão à margem de toda essa sociedade e realizam trabalhos que ninguém mais quer, como dirigir ônibus ou varrer as ruas. Eles são homens e mulheres que pelos motivos mais diversos não conseguiram se adaptar à vida das facções que escolheram, após os testes de aptidão e por essa razão são excluídos da vida social.
    Durante toda sua vida, Beatrice percebeu que não se encaixava totalmente no modo de vida da Abnegação e isso sempre a incomodou. Na escola, ela ficava admirando os alunos nascidos da Audácia por sue modo de vida e sua coragem para enfrentar o mundo.
   Chega o dia do teste de aptidão, o momento mais importante na vida de todos os jovens. O resultado do teste mostrará a qual  facção eles deverão pertencer e com isso o estilo de vida que deverão seguir.


Até agora é a minha melhor leitura do ano
   Caleb faz o teste primeiro e volta transtornado com o resultado. Porém, como determinam as leis, ninguém pode comentar nada sobre o que aconteceu durante os teste. Chega a vez de Beatrice, e como era de se esperar ela está bastante em dúvida sobre o que irá acontecer. Amoça responsável pelo seu teste pertence a Audácia e possui um jeito totalmente descolado. 
   Após o teste, é necessário esperar o resultado para saber qual será o destino a ser tomado no dia seguinte, durante a Cerimônia de Escolha. O teste de Beatrice apresenta um erro e o resultado dá inconclusivo. Ainda mais confusa, ela questiona  Tori, a responsável pelo seu teste. 


Adoro diagramações simples
   Tori explica que isso é raro de acontecer e que Beatrice é o que chamam de Divergente, uma pessoa com aptidão para mais de uma facção e uma ameaça aos governantes. O resultado de Beatrice aponta para três facções: Abnegação, Audácia e Erudição. Mas, antes de deixar a sala de testes, Tori dá um conselho a Beatrice: que ela mantenham seu estado de Divergente em absoluto segredo. 
   No dia da Cerimônia de Escolha várias pessoas de todas as facções se reúnem no Eixo, o prédio escolar para acompanhar a cerimônia. Beatrice e sua família estão em sues lugares, juntos aos membros da Abnegação, mas a garota está ainda mais nervosa por causa do resultado do seu teste. Novamente, Caleb vai primeiro e para surpresa de todos ele revela que seu resultado foi a Erudição, uma verdadeira traição para sua família. 


Trecho mais marcante 1

Trecho mais marcante 2

Trecho mais marcante 3
    Beatrice é chamada e ela precisa escolher em qual facção passará o resto da vida. O ritual de escolha é bem simples: no centro do palco existem tonéis, cada um representando uma facção: pedras para Abnegação, fogo para Audácia, vidro para Franqueza, terra para Amizade e água para Erudição. A jovem precisa cortar com uma faca sua mão e despejar gotas de sangue dentro do tonel que será sua nova facção. Mesmo aqueles que permanecerão na mesma facção precisam fazer isso. Beatrice vai ao centro do palco e faz o corte necessário em sua mão. Os toneis da Audácia e da Abnegação estão no mesmo lado e o sangue dela pinga em um deles.
   Muito, muito, muito bom! Sabe aquela sensação de que você está dentro da história literalmente?  Pronto, foi assim que me sentir durante todo o livro. Assim, poucos livros me fizeram confundir a realidade com o mundo literário.


A estreante Verônica sabe o que faz 
   Todas as sensações e emoções que a protagonista sentiu eu também sentir. O melhor foi saber que esse tipo de coisa ainda acontece comigo, mesmo após tantos livros e resenhas. Gostei bastante da diagramação simples, sem detalhes rebuscados. Esse foi o livro de estreia da Verônica Roth, que já começou com tudo no universo literário. 
   Publiquei essa resenha hoje, pois é o dia do lançamento do filme aqui no Brasil, então aqui vai o trailer da adaptação. Tó ansiosa para assistir e saber como o filme ficou! 



    Deixem abaixo os comentários de vocês sobre o que acharam do livro, resenha e o filme. Obrigada por acompanharem meu trabalho, em breve teremos algumas novidades. Bjoxxx e até a próxima. 

Share this:

JOIN CONVERSATION

4 comentários :

  1. Muito legal a resenha :) Eu assisti ao filme ontem... é uma boa adaptação. Claro que existem alguns pontos que ficaram diferentes do livro, mas ainda assim o filme ficou bem legal.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou George. Infelizmente ainda não assistir ao filme, mas estou me programando para ir ainda essa semana. Obrigada pelo comentário! Bjoxxx

      Excluir
  2. Eu gostei muito. Estou começando o terceiro e último livro. Adorei tanto Divergente quanto Insurgent.
    E espero ver o filme logo.

    Beijos,
    Carissa
    www.carissavieira.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Carissa, também estou lendo o último livro. Adorei o filme em todos os sentidos. Bjoxxx e obrigada pelo comentário

      Excluir