Fazendo meu filme 4 - Fani em busca do final feliz


Capa do livro 4 da série 

  Ficha técnica*:

Título: Fazendo meu filme 4 - O roteiro inesperado de  Fani 
Subtítulo:  
Autor(a): Paula Pimenta
Editora: Gutenberg
Edição: 3ª Impressão
Ano de publicação: 2012
Quantidade de páginas: 608
Quantidade de capítulos: Prólogo + 29 + 29 +27+ Epílogo

Resenha:

   Vai ser difícil escrever essa resenha, pois é muito triste ter que me despedir da Fani. Bem, vocês devem ter percebido que eu demorei um tempinho para poder escrever esse texto. Entre outros detalhes, o que mais fez com que eu não tivesse pressa foi o fato de não querer terminar de ler o último livro da série, mas como tudo na vida o dia derradeiro chegou e sinceramente, estou feliz por me despedir da série (mas, não da Fani). Vamos ao texto. 


Todo um cenário para o grande final
E a calçada da fama
Com direito a pipoca cenográfica
  A primeira coisa que se nota ao começar a leitura do livro 4 é o tempo, sim ele mesmo, às vezes aliado, muitas vezes inimigo da gente. Logo no início, a gente descobre que se passaram cinco anos, desde o dia em que a Fani se mudou para  Los Angeles... Agora ela já esta formada em Cinema, com pós-graduação em trilha sonora e finalista de um grande festival de filmes em Hollywood. Fani se tornou a prova "viva" de que, quando a gente quer, nossos sonhos tornam-se realidade. 
   Ela ainda sente saudades do Leo e esse tempo em que morou em LA ela teve três relacionamentos. Em todos ela tentava achar o garoto que tinha partido seu coração um dia, mas que ainda o fazia bater como se fosse uma escola de samba. Mesmo estando muito magoada no início da nova vida, Fani começa a escrever cartas para Leo, porém elas nunca seriam entregues, quer dizer, a intenção era essa....


Uma das muitas cartas escritas pela Fani depois de ir para LA
   Outro detalhe que eu achei muito legal no volume, é que nós podemos ter acesso a versão do Leo para a história dele e da Fani. Ele agora é jornalista, pós-graduado em cinema, trabalha em uma emissora de tv a cabo local e é fundador de uma revista eletrônica sobre cinema. Assim com a Fani, Leo relembra com detalhes tudo o que aconteceu durante os cincos anos que se passaram. Acho que, a versão dele  só veio para acrescentar ainda mais na história, com isso descobrimos como um homem apaixonado pode querer jogar tudo pro alto em busca do amor. Em contra partida as cartas de Fani, ele grava cd's com músicas que falam de saudade, amor... enfim mostram ainda mais o quando ele é romântico. 

Um dos cd's  românticos gravados pelo Leo
   O que eu posso dizer, se não que amei o final que eles tiveram. Não vou contar aqui, mais quem me conhece sabe que sou romântica, então vocês já devem imaginar o final o livro. Foi muito bom passar esses últimos 15 dias com a Fani e o Leo (sim, li toda a série em 15 dias). Parece que os conheço desde a infância e que os encontrarei em qualquer dia, ao virar uma esquina. Os quatro livros passaram por mim e parecem que sempre estiveram comigo a vida inteira, só esperando para me mostrar como a vida pode ser do jeito que a gente deseja, basta querer. 
   Com isso quero parabenizar, mais uma vez, a escritora e genia Paula Pimenta, que conseguiu passar para as páginas de Fazendo o Meu Filme toda a sensibilidade dos adolescentes/jovens brasileiros. A muito tempo que precisávamos de um escritor contemporâneo que soubesse pôr em preto e branco os sonhos, desejos e ambições dos jovens de hoje. Não é a toa, que os livros dela fazem tanto sucesso.  


Foto da Paula Pimenta no final do livro

O que ficou de Fazendo o Meu Filme?
   Essa pegunta não sai da minha cabeça, desde que percebi que terminaria o último livro. Acho que acima de tudo, ficou mais do que claro pra mim o que todo mundo da minha família já tinha me dito... Eu sou capaz de fazer o que quiser e de ir muito, muito além do horizonte para realizar meus sonhos. Sério, acho que encontrei a última gotinha de incentivo que faltavam para  começar a enxergar a vida com outros olhos e com novas ambições. Sempre que eu desaminar, só vai bastar olha pra pratilheira de livros do meu quarto e lembrar da linda história da Fani e do Leo, para perceber que eu nunca posso desaminar. 
   É isso pessoal. Espero de coração que vocês tenham acesso aos livros e possam ao final sentir a mesma certeza que eu... Um novo dia começa assim que o sol nasce e com ele nós temos a certeza de que um novo mundo de possibilidades  esta a nossa espera. Basta a gente seguir pelo caminho dos tijolinhos dourados da Doroti (O mágio de Oz) para acha o caminho que iremos percorrer. 


Lista com todos os filmes citados durante o livro 4 

Pra quem quiser mais informações sobre a série: http://www.fazendomeufilme.com.br/

Capa completa do livro



*Todas as fotos usadas nesse blog são de minha autoria.

Share this:

JOIN CONVERSATION

4 comentários :

  1. nossa, meus parabéns, amei a sua resenha! eu so estou faltando ler o 4, para terminar o FMF. Realmente, é muito triste dizer adeus à fani e ao leo... Eu queria ter mais 20 livros de fazendo meu filme, queria que a série fosse infinita...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Natália, também queria que a série fosse infinita! Obrigada pelo comentário. Bjoxxx

      Excluir
  2. Amei a resenha. No fim de semana vou comprar o FMF 4! É o último que falta! Espero que a Fani e o Leo, pelo menos, virem bons amigos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que você gostou da resenha Meg. O FMF 4 é o meu livro favorito da série! Obrigada pela visita. Bjoxxx

      Excluir